Nome do Álbum

CRISÁLIDA

(Viola Corrêa, 1996)

Produzido por Roberto Corrêa.

Trabalho instrumental em que as violas caipira e de cocho têm seus limites ampliados em recriações de peças até então inexploradas pelos violeiros, como O trenzinho do caipira, de Villa-Lobos. Acompanhado por instrumentos como rabeca (José Eduardo Gramani) e violão de sete cordas (Alencar 7 Cordas), o músico executa clássicos da cidade e do sertão. O encarte do CD é trilíngüe (português, espanhol e inglês).

Crítica

“Roberto Corrêa é um virtuoso da viola, passeia por Villa-Lobos e Gonzagão, passando por Ernesto Nazareth e Zequinha de Abreu. Mas também dá colorido sofisticado a coisas sertanejas como Tristeza do jeca e Chalana. (...) Corrêa é um estudioso, que não faz sua palheta Sexta feira 13 numa encruzilhada, mas entende muito bem a relação dos violeiros com os mistérios do além. E toca muito.”

Enor Paiano, ShowBizz, Ano 12, dezembro, edição 137

Ficha Técnica

Faixas

FICHA TÉCNICA

Roberto Corrêa – Viola Caipira e Voz
Siba – Rabeca
Alex Queiroz – Contrabaixo Acústico

Produção: Roberto Corrêa e Juliana Saenger
Direção Musical: Roberto Corrêa
Direção Artística: Juliana Saenger
Arranjos: Roberto Corrêa
Criação para rabeca: Siba
Criação para contrabaixo acústico: Alex Queiroz
Engenheiro de gravação, mixagem e masterização: Andy Costa
Captação da rabeca: Bruno Wambier
Assistente de estúdio: Tiago Trigo

Gravado, mixado e masterizado em 2001 no Zen Studio, Brasília – DF, Brasil

Capa e projeto gráfico: Paola Faoro
Ensaio fotográfico: Angelica Del Nery
Tradução: Luiz Roberto M. Gonçalves

©Viola Corrêa 2001

Fechar